Brook Preloader

Brasil terá feiras internacionais em 2021: Expo ADESCO ampliará conexões entre BIDS e mercado estrangeiro

Brasil terá feiras internacionais em 2021: Expo ADESCO ampliará conexões entre BIDS e mercado estrangeiro

Feira acontece em conjunto com a 6ª Mostra Bid Brasil, mais um evento global realizado pela ABIMDE

A ABIMDE (Associação Brasileira das Indústrias de Materiais de Defesa e Segurança) anunciou para 2021 a realização de um novo evento de exposições, voltado a ampliar as conexões com o mercado externo: a Expo ADESCO (Air, Defense and Security Connections Internacional Exhibition).

O evento acontecerá em conjunto com a 6ª Mostra BID Brasil, entre 17 e 19 de agosto de 2021, no Centro de Convenções Ulysses Guimarães, em Brasília, na ala oeste, em uma área de 2.700m2, sendo que cerca de 1.100m2 serão destinados para exibição de produtos e serviços dos principais players estrangeiros, apresentando as melhores tecnologias do segmento.

“A Expo ADESCO destina-se a países e empresas parceiras, com conexão com a nossa indústria e nosso país, o que aumentará o networking e a concretização de negócios”, explica do diretor de projetos e relações institucionais da ABIMDE, Paulo Albuquerque. “A Mostra BID Brasil, por sua vez, é destinada a empresas nacionais associadas”.

Segundo Albuquerque, os dois eventos estarão interligados e permitirão aos participantes circular entre eles. “Nossa intenção é abrir canais de conexão da indústria com o poder público e também com o mercado internacional. Até mesmo a formatação física caminha neste sentido”.

Várias delegações estrangeiras devem participar. A organização preparou uma infraestrutura especial para receber os convidados, incluindo a definição de espaços para reuniões bilaterais (B2B e B2G).

Medidas sanitárias

Devido ao avanço da Covid-19 no Brasil e no exterior, com a segunda onda de transmissão, a organização da Mostra BID Brasil e da Expo ADESCO definiu que as medidas sanitárias anunciadas anteriormente serão mantidas.

Dentre as medidas estão mudanças na estrutura e disposição dos estandes, criação de novas áreas comuns abertas e instalação de dispositivos com álcool gel em todas as dependências.

Haverá ainda o uso de alta tecnologia: câmeras com leitura termal, portais de descontaminação e robôs com luzes ultravioletas, além da descontaminação diária realizada pelas Forças Armadas.