Brook Preloader

[APOIADORA MOSTRA BID BRASIL] Parque Tecnológico de São José dos Campos apresenta Centro de Inspeções Robóticas

[APOIADORA MOSTRA BID BRASIL] Parque Tecnológico de São José dos Campos apresenta Centro de Inspeções Robóticas

Parque Tecnológico São José dos Campos inaugura, por meio de parceria com a Autaza, um novo Centro de Inspeções Robóticas.

O Centro tem uma área de 130 m², está equipado com robôs e sistemas de automação que simulam a complexidade e mobilidade de uma linha de produção automotiva. O espaço é o único do Brasil a demonstrar um sistema óptico de inspeção de qualidade de pintura por meio de inteligência artificial e visão computacional. O sistema identifica automaticamente defeitos de aparência em peças plásticas, metálicas e em materiais compostos, ajudando a aumentar a eficiência da produção.

“A cooperação com o novo Centro faz parte do conjunto de iniciativas do Parque para proporcionar um ambiente que seja referência no desenvolvimento de novas soluções e negócios para a indústria 4.0”, afirma José Iram Barbosa, diretor de operações do Parque Tecnológico.

Centro de Inspeções Robóticas recebeu R$ 1,5 milhão de investimento. Os recursos foram obtidos a partir de programas da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp) e da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep). Também tem o apoio das empresas Eisenmann do Brasil e Igus, que participaram do desenvolvimento do projeto.

Além do desenvolvimento de projetos, a parceria entre Autaza e Parque prevê a capacitação e qualificação de mão de obra. A cada semestre, a empresa vai oferecer duas bolsas de estágio remuneradas para estudantes das universidades instaladas no Parque.

“É um novo espaço funcional para a criação de tecnologias e desenvolvimento de pessoas e atua como vitrine para aproximar o público dos conceitos da indústria 4.0,” diz Enivaldo Amaral, diretor financeiro da Autaza.

O espaço segue a norma NR-12, tem 12 postos de trabalho e está dividido em três áreas:

Célula robotizada de inspeção: com robôs industriais e colaborativos, computadores de alta performance e sistema de automação;

Célula de instrumentos ópticos: espaço isolado para armazenar, manusear e realizar manutenções de câmeras, lentes e filtros dos sistemas de visão computacional;

Espaço de trabalho: área com mesas, bancadas, armários de ferramentas e impressora 3D.

A Autaza é especialista em visão computacional e inteligência artificial para inspeção de qualidade e começou sua trajetória no programa de incubação do Nexus, o hub de inovação do Parque Tecnológico. A startup graduou-se em 2018 e segue residente no Parque.

O Centro de Inspeções Robóticas também está conectado à Plataforma Virtual de Testbed em Internet das Coisas do Parque Tecnológico, por meio da qual será possível medir o gasto energético dos robôs.